Finalistas 2019

FILIPE SUSTELO
Passion Bar, Albufeira

Com participação em vários concursos de coquetelaria, incluindo no Jovem Talento da Gastronomia de 2013, na competição Barman Schweppes, Filipe Sustelo já está acostumado a este ambiente de competição. O Barman do Ano apresenta-se-lhe como o seu maior desafo até agora, no que diz respeito a concursos, mas nem por isso o gerente do Passion Bar, em Albufeira, se mostra receoso. Com uma passagem de cinco anos no Vila Vita Parc Hotel & SPA, entre estágios e experiência como barman profissional, o jovem farense decidiu, em Abril de 2018, estabelecer o Passion Bar como seu novo lar, desempenhando o cargo de Head Bartender, cargo esse que um ano depois seria substituído pelo de gerente do estabelecimento. Mas não só atrás de um bar Filipe dá cartas: para além de dominar o shaker, o finalista algarvio tem ainda algumas competências no que toca a cozinha, adquiridas ao longo da sua formação na Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, o que o leva a interligar estas duas áreas ao máximo possível.

JOÃO COSTA
Bovino Steakhouse, Almancil

João Costa não é nenhum estranho para as Edições do Gosto: em 2018 sagrou-se vencedor do Jovem Talento de Gastronomia na categoria Barman INTER Magazine. O autor de Margarida e Easy Going, os cocktails que lhe renderam o título do ano passado, quer agora provar que é o melhor barman profissional de 2019. Confortável tanto com um clássico cocktail como com a combinação mais arrojada, sendo em criações inovadoras onde se sente mais realizado, o gaiense decidiu escolher o Algarve como seu lar e encontra-se actualmente na Bovino Steakhouse, na Quinta do Lago, como bartender, depois de três anos no Boulevard do Porto e um estágio em Roma, no Grand Hotel de la Minerve, e outro no Conrad Algarve. Com um caminho bem sucedido no que diz respeito a concursos, onde se soma o 1º lugar na categoria Bar obtido tanto no Inter-Escolas de Turismo de Portugal como no Festival de Cocktails do oeste, levado a cabo entre alunos de F&B de Portugal, João pretende manter o registo na Final Nacional.

JOÃO RIBAU
Montebelo Hotel Vista Alegre, Ílhavo

“It’s not about the cocktail, it’s about the tale”. É este o lema de João Ribau, sombra do tempo que passou em Inglaterra. Um constante curioso que define como sua tarefa principal criar experiências e momentos memoráveis, o aveirense conta com um currículo de peso. Começando como bartender no Meliá Ria, na sua terra natal, acabou por optar por Jersey, no Reino Unido, para aprofundar a sua experiência na coquetelaria, no The Royal Yacht e, de seguida, no Ormer From Shawn Rankin. A precisar de novos ares e do sol que Inglaterra não lhe era capaz de oferecer, rumou para Amesterdão, onde passou quase um ano no Waldorf Astoria Amsterdam. Com uma forte bagagem e conhecimentos consolidados, regressa ao seu ponto de partda em Portugal, Aveiro, em 2017 para ocupar a posição de gerente de bar no Duck & Tales – Cocktail Room, onde ficou até ao início deste ano. Hoje em dia o finalista divide o seu tempo entre o seu projecto, Âncora, onde presta serviços de catering de bar, e o cargo que ocupa como chefe de bares no Montebello Hotel Vista Alegre.Formado pela Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra em Gestão e Produção de Bebidas e com formação complementar em bartending e mixologia criatva, João espera poder trazer toda a experiência que reuniu nestes 9 anos de viagens e aprendizagens e, assim, destacar-se como o melhor Barman de 2019.

LUÍS ANTÓNIO
Hotel Faro – Tropical Beach Club, Faro

É um facto que a coquetelaria é uma área multidisciplinar e Luís António é a prova disso. Apesar de sempre ter trabalhado em hotelaria e bar, na faculdade optou por um rumo ligeiramente diferente: Fisioterapia. Contudo, cedo percebeu que aquela não era a sua verdadeira paixão e logo a encontrou atrás de um bar, depois de mais umas quantas formações na Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, desde o curso de Gestão Hoteleira até a uma formação complementar em Pastelaria. Entretanto frequentou também alguns cursos no Bartending Project, no Algarve, de mixologia. O barman, casado e pai de dois filhos, apaixonou-se logo com o primeiro contacto que teve com hotelaria e bar, sentindo-se realizado por poder servir os outros e trazer-lhes felicidade. Em constante busca de desafios e de novos projectos, Luís António vive e respira bar, destacando o papel essencial que confere ao trabalho em equipa. Nos seus tempos livres, o finalista natural de Beja dedica-se a pôr em prática os conhecimentos que adquiriu na sua formação em pastelaria, que se lhe revela útl aquando da preparação de novas combinações, bem como a dois hobbies seus que reforçam o seu lado renascentista: pintura e carpintaria.

TATIANA CARDOSO
The Royal Cocktail Club, Porto

Para Tatiana, trabalhar num bar era só um meio de conseguir algum dinheiro extra. Com 18 anos na altura, rapidamente percebeu que, mais do que um meio de subsistência, aquela profissão era a sua verdadeira paixão. Essa paixão foi notória, a ponto de ser convidada a ir trabalhar para o Gin Lovers de Braga. Com vontade de aprender mais e de se diferenciar, optou pela escola de bar Gim’C para tirar as suas primeiras formações, estas em bar americano e em mixologia molecular. Aqui, destacou-se batendo o record do speed round e recebeu nova proposta de trabalho, desta vez para serviços de casamentos e eventos. Daí, passou para a Mr. & Ms. Bartender mas as saudades do seu ambiente de bar falaram mais alto e aceitou a proposta de chefe de sala no Lustre, onde permaneceu por um ano. Contudo, apesar de feliz com o que fazia, senta ter muito para poder aplicar e mostrar ao público, com tudo o que havia aprendido até aí. Foi quando passou a fazer parte do projecto do The Royal Cocktail Club que finalmente pôde pôr todo o seu conhecimento em prática, sendo lá que a poderão encontrar a desenvolver a combinação mais ousada. A finalista bracarense, que conta já com alguma experiência no mundo dos concursos de bar, conseguiu o título de Melhor Barmaid Nacional de 2019, quer fazer história neste concurso e sagrar-se a primeira Bar…maid do Ano.