O Barman do Ano 2015 no Tales of the Cocktail

Carlos Santiago, o Barman do Ano em título, fez as malas e partiu rumo a Nova Orleans, nos Estados Unidos da América. A viagem e o acesso ao festival Tales Of The Cocktail fazem parte do grande prémio ganho com o título. Novas técnicas, as tendências que marcam o sector das bebidas e o encontro com alguns dos mais notáveis profissionais do mundo do bar, numa experiência marcante, aqui em discurso directo.

O Tales of the Cocktail

“Como para qualquer bartender ou profissional da indústria, esta é uma viagem de sonho. É a possibilidade de estarmos presentes no maior evento do mundo e a oportunidade de estarmos lado a lado com os grandes mestres da nossa profissão. O que mais me impressionou foi a proximidade enorme entre todos os colegas. Este evento quebra mesmo barreiras e durante uma semana, estivemos todos no mesmo patamar.

O Tales of the Cocktail não se trata apenas de um conjunto de seminários e provas, mas sim de uma cidade inteira que se une para receber e comemorar todos aqueles que vivem e respiram o mundo do bar e dos cocktails. É uma celebração!”

A oportunidade de…

“Conviver de perto com alguns nomes que admiro, como o caso de Dale Degroff, David Wondrich, Michael Callahan, Jim Mehan, Charlotte Voisey, Alexandre Gabriel, Giuseppe Gallo, Ian Burel, Ago Perrone, Alex Kratena, Hidetsugu Ueno, entre outros”.

Locais de relevo

“O Speakeasy bar do Mezcal El Silencio onde era necessário palavra secreta para entrar e O Café L’Aperitif onde se podiam beber alguns dos melhores cocktails da cidade, para além de servir um fantástico café expresso”.

As apresentações

“Gostei particularmente do seminário “When is a Rum not a Rum”, apresentado pelo Ian Burrel, que reuniu, na mesma sala, sete personalidades do fantástico mundo Tiki.

Nesse seminário falou-se da importância da comunicação feita pelas marcas ao consumidor final, nomeadamente na informação relacionada com a idade de cada rum. Outro aspecto importante foi a discussão sobre a introdução de aditivos de sabor no rum, especialmente no rum branco, factor que permite a redução do preço, mas compromete a qualidade do produto final”.

O que trouxe na bagagem

“A visita ao Tales of the Cocktail permitiu-me criar muitos contactos e deu-me a oportunidade de conhecer uma panóplia enorme de novos produtos. Acima de tudo, cheguei com uma enorme vontade de voltar ao trabalho e assegurar que em Portugal temos bartenders de nível igual ou superior aos que encontrei nos Estados Unidos”.

 

2016-12-05T12:20:13+00:00 08/08/2016|